Páginas

domingo, 26 de abril de 2009

A IMPORTÂNCIA DA MAQUIAGEM PARA A FOTOGRAFIA II


A IMPORTÂNCIA DA MAQUIAGEM PARA A FOTOGRAFIA II

No estúdio, cabe ao profissional, sugerir que seu camarim seja iluminado com uma seqüenciada moldura de lâmpadas duras e leitosas, no espelho, possibilitando uma visão geral do que está sendo feito e uma análise antecipada do comportamento de cada produto na exposição à luz. Maquiagens à prova d'água, neste caso, são as mais indicadas, pois têm certa durabilidade ao calor dos refletores. É interessante, também, que o maquiador solicite a climatização do ambiente de trabalho, valendo que o segredo de uma maquiagem bem acabada se dá ao fato da tranqüilidade e da amenização da temperatura da modelo e ao espaço de tempo reservado ao processo. É sempre bom trabalhar com afinco na preparação da pele, respeitando a secagem de cada produto aplicado. O profissional, tem de, também, saber exigir silêncio no camarim, estabelecer uma relação amigável com a modelo, transmitindo calma e amenizando a pressão que sempre paira sobre o clima do ensaio. Assim, quem ganha é a criatividade, uma vez que, o sentimento de confiança depositado em si vai estimular a criação de looks mais sofisticados.

Quanto à combinação com as roupas e acessórios utilizados numa foto, a melhor dica é não combinar. Lembrando que na moda já não existe mais essa regra. Porém, vale levar em consideração a cor que faça a modelo se sentir bem, bonita e feliz, quando se tem a liberdade de não seguir um briefing; avaliar a sua personalidade e identidade com a mensagem a ser transpassada. Tonalidades diferentes ou um pouco mais próximas das vestes utilizadas facilitam também na escolha.


Mesmo depois de seguir à risca a análise da modelo, a luz utilizada no ensaio, os looks, cenários e de dominar os pedidos do briefing; existe, muitas vezes, a necessidade de refazer toda a maquiagem ou, simplesmente, limpar, retocar ou substituir as cores, até alcançar o resultado almejado. É importante que o profissionalismo faça sempre enxergar que em determinadas situações, o make certo não sairá de primeira. Isso é o que faz a prática diária ser primordial. Para não fazer feio na hora é bom se precaver e planejar o que será feito. Se necessário, fazer tudo em casa pode sair valendo.

Não ter medo de errar, se possível, testar os produtos com antecedência, misturando as cores, ou avaliando o comportamento na pele serão atividades que acarretarão em conhecimentos que os cursos nem sempre têm tempo de dar. Se errar, um bom demaquilante tira tudo rapidinho, deixando a pele pronta novamente.

Foto: Thiago Alex
Modelo: Danielle Brito
Maquiagem e Produção: Douglas Guerra
Assistente de Fotografia: Klebson Oliveira
.
Foto: Klebson Oliveira
Modelo: Íris Lutz
Maquiagem e Produção: Douglas Guerra
Assistente de Fotografia: Thiago Alex

2 comentários:

Kel _ Ispilicuty disse...

Olá simplesmente ADOREI sue blog, vou te likar ok?
Bjocas!

LUCIA ALVES RJ disse...

Adorei as dicas, vou experimentar. Eu sou a fotògrafa, a maquiadora, a figurinista, a produtora e a modelo.hshshshs